14 Depois reclamam das gordinhas...

Oiiii pessoas.. o post de hoje apesar do nome bem sujestivo para uma piada, é muito sério ok?!Vim hoje pra falar de um assunto que muitas de vocês conhecem.. quer dizer todas nós com certeza.
Gente recebi um emai de um colega de trabalho com esse titulo mesmo "Depois reclamam das gordinhas".. Mas imaginei que fosse um email de piada típico de gente que gosta de falar mal de nós gordinhas.. mas não. O email trazia fotos de pessoas muito magras.. mas excessivamente magras mesmo.
O fato é que resolvi compartilhar com vcs este email, só não posto todas as fotos.. Somente algumas de algumas anorexas.
Sabemos no entanto que a anorexia é uma doença.. e nós mesmas que estamos na luta para emagrecer podemos acabar ficando paranóicas com a questão de peso e acabar como estas moças.
Eu me cuido muito para não ficar paranóica.. e não quero ninguem assim ok?!
Nós temos de ficar bonitas para nos sentir bem e tal e melhorar nossa alto estima.. mas nada de ficar assim... hein?!
Agora alguns dados sobre essa doença...somente para reflexões e para conhecimento de todas:
Anorexia
Chamamos de anorexia uma percepção distorcida quanto ao próprio corpo, que leva a pessoa a ver-se e sentir-se como "gorda" mesmo após perder muito peso.
Essa percepção errônea faz com que o anoréxico mantenha seu peso abaixo dos níveis ideais para sua estatura, prejudicando seriamente a própria saúde.
Mesmo quando parentes e amigos comentam sobre sua magreza excessiva, o indivíduo não consegue perceber e insiste em continuar emagrecendo.
A anorexia atinge com maior freqüência mulheres (90% dos casos) na faixa etária compreendida 14 e os 18 anos, raramente ocorrendo após os 40 anos.
É comum a anorexia ser desencadeada por fatores estressores (desemprego, divórcio, mudança de cidade), no entanto não podemos afirmar que esses eventos causam a doença e sim que algumas vezes a precipitam.
Muitos acreditam que o portador de anorexia não sente fome, o que não é verdadeiro, pois o que ocorre é que apesar da fome ele se recusa a comer, o que aumenta ainda mais seu conflito e sofrimento.
Alguns portadores desse transtorno apresentam episódios denominados
binge, durante os quais comem compulsivamente grandes quantidades de alimentos e depois vomitam. Nesses casos dificilmente o paciente precisa provocar o vômito, pois o próprio organismo se encarrega disso.
Com o que não deve ser confundida
A anorexia não é "frescura", vaidade excessiva ou loucura. É uma doença que como qualquer outra não surge por culpa ou desejo do portador, sendo assim o doente precisa de tratamento especializado, carinho e compreensão daqueles que lhe são próximos.
Anorexia não é sinônimo de
bulimia, embora algumas vezes os dois transtornos possam ocorrer paralelamente. Na bulimia o paciente não consegue conter o impulso de comer excessivamente, e para não ganhar peso provoca o vômito e/ou faz uso de laxantes e diuréticos.
Sintomas
Os pacientes anoréxicos apresentam um ou mais dos sintomas abaixo descritos:
-Recusa em manter o peso corporal em um nível igual ou acima do
mínimo adequado à idade e a altura;
-Negação do baixo peso corporal atual;
-Medo intenso de ganhar peso mesmo estando com a massa corporal abaixo do normal;
-Visão distorcida negativamente do peso ou da forma do corpo;
-Amenorréia (ausência de pelo menos três ciclos menstruais consecutivos);
-Alguns pacientes manifestam
sintomas depressivos como retraimento social, irritabilidade, insônia e interesse sexual diminuído.
Esse transtorno também é caracterizado por práticas como:
-Recusa em manter o peso corporal em um nível igual ou acima do
mínimo adequado à idade e a altura;
-Dietas e jejuns sem orientação e acompanhamento médico;
-Exercícios físicos intensos, sem orientação e/ou acompanhamento especializados;
-Vômitos provocados;
-Uso desnecessário de diuréticos e laxantes.
Consequências:
A inanição provocada pela anorexia pode acarretar dores abdominais, intolerância ao frio, pele seca e/ou amarelada, hipertrofia das glândulas salivares, problemas renais (associados a desidratação crônica e hipocalemia), complicações cardiovasculares (hipotensão severa, arritmias), problemas dentários e osteoporose (conseqüência do baixo consumo e absorção de cálcio, secreção reduzida de estrógeno e maior secreção de cortisol).
Tratamento
A combinação de psicoterapia com tratamento medicamentoso tem trazido melhores resultados, pois enquanto a terapia trabalha para restabelecer a correta percepção da imagem corporal os medicamentos servem como paliativos para os sintomas e proporcionam maior conforto para o paciente até seu total restabelecimento.
A internação para a reposição de nutrientes é recomendada quando o nível de desnutrição é ameaçador para a saúde do portador de anorexia.
Em todas as etapas do tratamento o apoio de familiares e amigos é fundamental para o restabelecimento do paciente.
o A anorexia deve ser lavada a sério, pois casos que tem diagnóstico tardio podem culminar em morte por inanição, suicídio ou desequilíbrio dos componentes sangüíneos.
o A contínua perda de peso e a insistência em um excesso de peso irreal devem fazer soar o sinal de alerta de parentes e amigos, pois no início do transtorno o paciente anoréxico não se considera doente, sendo capaz de falar insistentemente sobre seu “excesso” de peso e a necessidade de fazer regime, fazendo com que pessoas desavisadas possam pensar que está brincando.
o A anorexia é especialmente grave na fase de crescimento, pois nessa fase há maior necessidade de ganho calórico para que o crescimento não seja prejudicado.


Seguem agora algumas fotinhos do email:



























14 pitacos:

Patty disse...

Nooooooooooooooooooossa, que coisa horrível...o duro é que muitas meninas que estão nessa situação não vêem isso como uma doença e continuam querendo emagrecer...é realmente uma realidade muito triste.

Nós gordinhas não podemos ficar paranóicas mesmo, eu falo que sou bitolada no peso, mas na verdade nem sou...acho que em primeiro lugar vem a saúde né, beleza externa não é tudo.

VAMOS NOS CUIDAR!!!
Ótimo toque esse post hein amiga!

Bjos.

Natireh disse...

Nossa! Mas essas fotos são muito chocantes mesmo! Que coisa horrível!

Vc tem toda razão! Sejamos lindas, mas com saúde!

Estou te seguindo agora, viu? Espero sua visita no meu blog!

Bjo

Raquel disse...

Minina...que coisa terrival...sou mais ser da forma como eu sou
bjim

Raquel disse...

Pityla...to bem nao...tenho uma prova dificil pra caramba segunda feira e n consigo me concentrar direito...ta tdo embaralhado na minha cabeça...ehehehehe.

Julinha disse...

ai é tao triste. tao feio, revoltante.
que dó. da raiva pq algumas sao neuroticas, antes de terem a doença. sabe aquelas magras que querem ser mais pq tem 1kg a mais? ai acabam desenvolvendo.

espero que isso se divulgu, e as meninas tomem juizo que podem ficar doentes assim.

beijos

Mariana Brizeno disse...

Que fotos horriveis! Tão feias qto de um obeso mórbido, ou até mais!
Realmente, precisamos nos manter na linha de equilibrio, os extremos não são nada bons!

Obrigada pelos recadinhos de incentivo!!!
Bju

Mariana Brizeno disse...

a propósito! tenho dois blogs! o outro (que vc comenta) é o www.nossadecisao.blogspot.com.br (esse divido com uma amiga, a ana laura)

Clau disse...

Ai que tristeza!!! Dá até agonia de ver! Muito bom abordar este assunto para alertar as pessoas de que anorexia é uma doença!
Beijinhos
Clau

Mademoiselle Ѽ disse...

Amiga que coisa horrível, parece que se empurrar a pessoa vai quebrar, mê da uma sensação de fragilidade total dessas pessoas. Nos faz até rever certos conceitos de saúde. Até que ponto podemos ser magras, fiquei boba.

Mudando de assunto, qu bom que gostou do depoimento ^^

Bjs flor e ótima quarta-feira light e saudável!!!

bjão.

Teka disse...

Acho triste.... qualquer tipo de excesso.
Assisti há pouco tempo um programa que mostrava uma menina de oito anos anorexa... fiquei chocada.
Saúde é o mais importante.
Beijos

Regina disse...

Pitty, chocante estas imagens, não dá para acreditar que pessoas conseguem achar beleza ou até mesmo ainda se verem gordas com este corpo. É muito triste e temos que nos cuidar sim mas com saúde em primeiro lugar!!!!
Bjos flor
Muito útil o post de hj

Vivi disse...

Oi Pity...
Essas fotos dão arrepio não acha?
Eu tenho até calafrios de pensar que essas pessoas se acham gordas....

Jessica * disse...

que cenas fortes de se ver hein, meu DEUS
somos prol a saúde certo?
beijoooos

Andréia Santana disse...

Meu Deus... que coisas horrorosas e bizarras!!!
Emagrecer sim.. mas com saúde sempre!!!

Quero te convidar a conhecer meu espaço na web; é um blog que fala de tudo um pouco do nosso universo feminino... principalmente moda, que é área em que trabalho... e se GOSTAR de meu cantinho, eu ficarei muito feliz em tê-la como minha seguidora... também me tornarei seguidora de seu blog... aceita a parceria??? Aguardo pela sua visita. Bjks

Ah! Neste domingo passado, eu postei três sorteios que está rolando na blogosfera, de três amigas minhas... ficarei muito feliz se você participar. Bjks

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p

Página Anterior Próxima Página Home
 

Copyright © 2012 Pitaco Pink! Elaborado por Marta Allegretti
Usando Scripts de Mundo Blogger